Telluride e Revelstoke entram para o Mountain Collective Pass

Standard

09/08/16 – COLORADO, EUA – A resposta da concorrência veio rápido. Depois da saída anunciada de Whistler Blackcomb no ano que vem devido à venda para a gigante Vail Resorts (Epic Pass), a coalizão de estações de esqui Mountain Collective divulgou hoje a entrada de Telluride Ski Resort e Revelstoke Mountain Resort em seu Mountain Collective Pass para a temporada de 2016/17. O passe agora é válido em 14 destinos de quatro países e está à venda por US$ 409, por tempo limitado, no site www.mountaincollective.com

Main Street, Telluride, Colorado.

Main Street, Telluride, Colorado.

Localizada na encantadora cidade histórica de mesmo nome nas Montanhas Rochosas do Colorado, EUA e uma das minhas estações favoritas, Telluride oferece 147 pistas para esquiadores e riders de snowboard de todos os níveis, com vistas inigualáveis. Conhecida e valorizada pela ausência de multidões e filas de teleférico, a estação é constantemente votada como uma das melhores dos EUA (Confira o site oficial em português: http://www.tellurideskiresort.com/international/pt/)

Revelstoke Mountain Resort está situada na região da Colúmbia Britânica do Canadá, onde esquiadores de todo o mundo se reúnem para apreciar sua neve powder imaculada, terreno alpino variado e uma autêntica comunidade de montanha. A estação está próxima às célebres montanhas de Selkirks e Monashees e oferece 1.712 metros de desnível vertical, o maior na América do Norte, com terreno acessível por snowcat, heli–ski ou backcountry.

O Mountain Collective Pass inclui dois dias de teleférico em todas as estações de esqui parceiras e 50% de desconto em dias adicionais em cada estação, inclusive Alta/Snowbird, Aspen Snowmass, Jackson Hole, Banff-Lake Louise, Sunshine Village, Mammoth Mountain, Queenstown-Coronet Peak-The Remarkables (Austrália), Revelstoke Mountain Resort, Squaw Valley/Alpine Meadows, Stowe Mountain Resort, Sun Valley , Taos, Telluride Ski Resort, Thredbo e *Whistler Blackcomb (*temporada 2016-2017)

Os titulares do passe também recebem dois dias em cada destino global das estações afiliadas de Chamonix (França), Hakuba Valley (Japão) e Valle Nevado (Chile). O preço para crianças com idade até 12 anos é somente US$ 99, fazendo do Mountain Collective Pass uma boa opção para famílias.

Para curtir e compartilhar:

Vail adquire a maior estação de esqui da América do Norte

Standard
Whistler_gondola_lift

A montanha de um bilhão de dólares: fusão entre Whistler e Vail cria um mundo de possibilidades para os portadores de um Epic Pass na temporada 2017-2018

 

08/08/2016 – COLORADO, EUA – Essa era a joia que faltava na coroa do maior grupo de estações de esqui do mundo. Com o anúncio da fusão entre as duas empresas, Vail Resorts passa a controlar as montanhas de Whistler-Blackcomb no Canadá a partir desta temporada, incorporando assim a maior estação de esqui da América do Norte e constantemente classificada como N.° 1 pelos leitores da Ski Magazine.

A notícia de  hoje também solidifica a estratégia da empresa de agregar cada vez mais valor aos clientes do Epic Pass, válido em todas as suas estações de esqui, como Vail, Beaver Creek, Breckenridge, Heavenly, Keystone, Northstar at Tahoe e Perisher , entre outras e, desde o ano passado, Park City, no estado de Utah – a maior estação dos EUA.

Além do tamanho e variedade de sua área esquiável (200 pistas, 16 bowls e 3 geleiras!), Whistler também é conhecida pela quantidade de bares, boates e restaurantes, reconhecidamente um dos melhores après-ski do mundo. Suas pistas também foram o palco principal dos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver, em 2010.

A previsão é de que a estação canadense esteja completamente integrada ao sistema do Epic Pass na temporada de esqui de 2017-2018.

“A combinação de Whistler Blackcomb com a carteira de estações escelentes de Vail Resorts fornece a Whistler Blackcomb um aumento da solidez financeira, exposição de marketinge relações com hóspedes e amplia a diversidade geográfica da nossa empresa com resorts de todo os Estados Unidos, assim como da Austrália e do Canadá. Esta relação vai trazer mais recursos para apoiar as nossas operações atuais e os nossos ambiciosos planos de crescimento, incluindo o projeto Renaissance, o investimento mais emocionante e transformador da história de Whistler Blackcomb”, disse Dave Brownlie, diretor executivo de Whistler Blackcomb.

“Whistler Blackcomb é uma das estações de esqui mais emblemáticas do mundo, com uma história incrível, funcionários apaixonados e uma comunidade forte. Com a nossa experiência e conhecimentos combinados, juntos vamos aprimorar ainda mais a experiência dos hóspedes em Whistler Blackcomb, preservando a marca única e a pesonalidade do resort como um destino canadense único para os hóspedes de todo o mundo. Estamos muito satisfeitos em adicionar esta estação famosa aos Vail Resorts e estamos ansiosos para expandir nossos relacionamentos nas comunidades da Columbia Britânica e do Canadá”, disse Rob Katz, presidente e diretor executivo de Vail Resorts.

 

Para curtir e compartilhar:

Aprendendo a esquiar em Valle Nevado

Standard

valle nevado, aprender a esquiar, esui e neve, chile, estações de esqui, dicas de valle nevado

Se você nasceu nos trópicos e esse será o seu primeiro contato com a neve, provavelmente não há melhor lugar na América do Sul para aprender a esquiar ou andar de snowboard do que Valle Nevado. A presença maciça dos brasileiros, muitos deles na mesma situação que você, faz com que o português seja bastante familiar para os cerca de 80 instrutores da escola de esqui de Valle Nevado, reconhecidamente uma das melhores da América do Sul.

As pistas da maior estação chilena podem desapontar aos esquiadores mais experientes, mas oferecem inclinações graduais e pistas longas na medida certa para que os iniciantes possam ir ganhando confiança ao longo da semana. O resort está relativamente isolado a três mil metros de altura no meio da Cordilheira do Andes e não existe muita coisa no hotel para distrair a atenção dos mais preguiçosos, então o jeito é se dedicar bastante nas aulas, sejam elas particulares ou coletivas. O terreno entre as pistas do setor médio da montanha, com bacias e montes de neve fresca é ideal para a prática do snowboard. Até Isabel Clark, nossa única atleta olímpica nessa categoria, já passou algumas temporadas trabalhando como instrutora da estação.

aulas de esqui em Valle nevado, esquiar no Chile, aprender a esquiar, dicas de valle nevado, esqui e neve

Muitos dos instrutores de esqui e snowboard em Valle Nevado falam português.

O ideal é contratar as aulas coletivas de três horas de duração junto com o pacote semanal de cada hotel, assim garante-se um desconto de cerca de dez por cento e uma evolução mais rápida no esporte durante a estadia. No primeiro nível é ensinada a técnica de fazer curvas e reduzir a velocidade com os esquis em cunha, no formato de uma fatia de pizza. A pista verde Cuando, localizada logo abaixo do hotel e larga e plana como uma avenida congelada, é ótima para se experimentar a sensação de deslizar pela neve sem maiores preocupações. Depois de algumas tentativas, qualquer um consegue descê-la até o final e pegar o teleférico El Prado, que agora conta com um prático sistema de tapetes rolantes para ajudar no embarque e diminuir as filas.

A promoção para o nível seguinte acontece quando o aluno aprende a fazer curvas com os esquis paralelos, mantendo os joelhos flexionados e o tronco sempre voltado para a base da ladeira. Ninguém disse que seria fácil, mas a imersão na piscina aquecida do hotel, depois desse esforço todo, ajuda a amenizar possíveis dores musculares e relaxa o corpo para a enfrentar a jornada seguinte na maior disposição. O grande objetivo para os iniciantes em Valle Nevado é desafiar os quase 2 km de extensão do poma (meio de elevação que arrasta os esquiadores morro acima) chamado Tres Puntas, uma viagem empinada ao ponto mais alto entre todas as demais estações sul americanas: nada menos que 3.700 metros de altura!

A volta pela pista azul (a sinalização de cor para esquiadores intermediários) Vals não é nada difícil e traz como bônus as melhores vistas panorâmicas de Valle Nevado. Mas para tirar onda mesmo, desça pela pista “faixa preta” Shake, reta e inclinada, e saia inteiro para contar a história depois. Mas não diga para os amigos que as pistas vermelhas e pretas de Valle Nevado poderiam ser classificadas como de nível intermediário em outras estações mais cascudas…

Valle Nevado acaba de anunciar uma promoção especial para quem planeja acompanhar a Copa América de 2015 no Chile, com 35% de desconto válido para os três hotéis do complexo, valendo inclusive para aulas coletivas e aluguel de equipamentos, no período entre 26 de junho e 3 de julho de 2015. A promoção é válida para permanência mínima de três noites nos hotéis Valle Nevado, Puerta del Sol e Tres Puntas, exceto em apartamentos individuais e suítes: http://www.vallenevado.com/pt/early-booking-2015/

Saiba todas as novidades sobre as estações de esqui no Blog do Esqui

Para curtir e compartilhar:

Que tal esquiar na Austrália esse ano?

Standard

perisher ski resort austrália epic pass vail resorts

Mais um bom motivo para visitar a terra dos cangurus. Vail Resorts anunciou a aquisição da sua primeira estação de esqui fora dos EUA, o Perisher Ski Resort na Austrália, por US$ 136 milhões. Perisher é a maior e mais visitada estação de esqui na Austrália e recebe esquiadores e snowboarders das maiores cidades do país, incluindo Sydney, Melbourne, Adelaide, Canberra e Brisbane. Perisher é também a maior estação de esqui do Hemisfério Sul.

Com a aquisição da estação australiana, Vail Resorts passa a ser a única empresa a operar estações de esqui de nível internacional em dois continentes. Perisher também será adicionado ao Epic Pass da empresa para a temporada de esqui de 2015-2016, juntando-se às 13 estações de esqui com acesso ilimitado para os portadores do passe, como Vail, Beaver Creek, Park City e Breckenridge nos EUA.

A estação de esqui está localizada no parque nacional Kosciuszko na província australiana de New South Wales, com nada menos do que 3.000 hectares de terreno esquiável, 47 teleféricos, 7 picos, 5 terrain parks, mais de 100 pistas preparadas para a prática de esportes de inverno, esqui noturno e mais de 100 quilômetros de trilhas de esqui cross-country. Não existe nada igual ao sul da linha do equador…

A aquisição inclui as áreas da montanha conhecidas como Perisher Valley, Smiggin Holes, Blue Cow e Guthega, juntamente com a sua escola de esqui, alojamentos, serviços de alimentação e bebidas, lojas, aluguel de equipamentos de esqui e snowboard e serviços de transporte da estação.

“A aquisição do nosso primeiro resort internacional é um marco significativo para a nossa empresa. Estamos entusiasmados em receber os visitantes e funcionários de Perisher, a maior e mais emblemática estação de esqui da Austrália e aprofundar os laços com um dos nossos mais importantes mercados internacionais”, disse Rob Katz, presidente e diretor executivo de Vail Resorts. “Essa aquisição faz parte da estratégia continuada de impulsionar as vendas do nosso passe de temporada e conquistar a lealdade de clientes do mundo inteiro. A Austrália é um dos mercados internacionais mais importantes para as estações de esqui em todo o Hemisfério Norte, gerando mais de 1 milhão de visitas por ano a estações de esqui na América do Norte, Japão e Europa.”

Será que já existe alguma estação da Argentina ou Chile na mira da gigante dos resorts de esqui?

Para curtir e compartilhar:

Novo passe de esqui dá acesso a 22 estações dos EUA e Canadá

Standard

As estações de esqui das empresas Intrawest, Powdr e Boyne Resorts lançaram uma nova opção para quem gosta de conhecer vários lugares em uma só temporada: o M.A.X. Pass. Essa “experiência multialpina” dá a esquiadores e snowboarders acesso a 22 montanhas únicas e lendárias em toda a América do Norte para a temporada 2015-2016.

Novo passe de esqui oferece mais opções além dos rivais Epic Pass e do Mountain Collective Pass

O novo passe surge para competir diretamente com o pioneiro Epic Pass, válido em todas as estações de Vail Resorts e outros destinos na Europa e Japão (já à venda para a temporada 2015-2016 por US$ 769 no site www.epicpass.com ) e com o Mountain Collective (US$ 369, www.mountaincollective.com), aceito nas estações de Aspen, Jackson Hole, Whistler-Blackcomb, Alta e Snowbird, entre outras.

Os portadores do M.A.X. Pass podem esquiar cinco dias em cada uma das 22 estações de esqui participantes, em um total de 110 dias nas neve e sem restrições de datas por US$ 699 para adultos, US$ 499 para adolescentes (idades entre 13 a 17 anos), US$ 249 para crianças (de 6 a 12 anos), e US$ 29 para crianças pequenas (menos de 5 anos de idade) no site www.themaxpass.com.

As estações de esqui participantes do novo M.A.X. Pass são:

Copper, Steamboat e Winter Park (Colorado)

Brighton (Utah)

Killington, Pico e Stratton (Vermont)

Mont Tremblant, Blue Mountain e Cypress Mountain (Canadá)

Big Sky (Montana)

Sugarloaf e Sunday River (Maine)

Mt. Bachelor (Oregon)

Loon Mountain (New Hampshire)

Snowshoe (West Virginia)

Boyne Mountain e Boyne Highlands (Michigan)

Boreal (Califórnia)

Crystal Mt. e The Summit at Snoqualmie (Washington)

Las Vegas Ski and Snowboard (Nevada)

“Boyne Resorts tem orgulho de alinhar-se com duas empresas que compartilham a nossa verdadeira paixão pela criação de destinos únicos e estações de esqui na América do Norte para oferecer o melhor multipasse de esqui no mercado”, disse Stephen Kircher, presidente de operações de Boyne Resorts. Os esquiadores e snowboarders estão sempre à procura de novas estações para explorar, terrenos para dominar e experiências com amigos e familiares para lembrar para sempre.

“Nossas três empresas, Powdr, Intrawest e Boyne, sempre focaram na criação de uma grande experiência em nossos resorts”, disse John Cumming, CEO da Powdr. “Agora, com o M.A.X. Pass, os visitantes podem ter experiências incríveis nas melhores montanhas nas regiões Nordeste, Oeste, Noroeste do Pacífico e no Canadá.”

“Nós juntamos forças com Boyne Resorts e Powdr para desenvolver um produto inovador que fornece mais acesso às montanhas mais incríveis na América do Norte do que qualquer outro passe no mercado. Nosso objetivo é proporcionar aos nossos clientes um passe que oferece o máximo de opções sobre quando, onde e por quanto tempo eles querem esquiar, com um enorme valor. O M.A.X. Pass é uma ótima maneira para os esquiadores que nunca possuíram um passe de temporada poderem aproveitar a flexibilidade que eles desejam e a capacidade de economizar em vez de comprar passes diários em várias estações”, disse Tom Marano, CEO da Intrawest.

O M.A.X. Pass é válido para toda a temporada de esqui 2015-2016 em todos as 22 estações sem restrições de datas, ou seja, todos os feriados estão incluídos. Os dias não precisam ser usados ​​consecutivamente e não são transferíveis de uma estação para outra

Para curtir e compartilhar:

Vem aí a maior estação de esqui dos EUA em Park City!

Standard
Park City, Utah

A união das duas maiores estações de esqui de Utah criará um novo gigante branco.

Revelado o mapa de integração das estações de esqui de Canyons e Park City Mountain Resort em Utah

08/12/2104  Foram divulgados hoje mais detalhes sobre a integração na temporada 2015-2016 das duas maiores áreas de esqui e snowboard do estado de Utah – criando assim a maior estação de esqui nos Estados Unidos, com 7.300 hectares de terreno esquiável, superando assim Vail, no Colorado.

The Canyons é uma das minhas estações de esqui favoritas por seu extenso terreno para esquiar e a neve powder por todo o canto, mas as pistas de Park City Mountain Resort (também conhecida como PCMR) tem a grande vantagem de levar diretamente até às ruas da pitoresca cidade do mesmo nome. Apesar de vizinhas, as duas estações estavam em litígio judicial há anos e PCMR começava a demonstrar sinais da falta de novos investimentos.

As duas estações de esqui foram adquiridas recentemente pela gigante Vail Resorts, que também opera as montanhas de Vail, Beaver Creek, Breckenridge, Keystone, Heavenly, Northstar e Kirkwood.

O plano anunciado hoje prevê mais de 50 milhões de dólares de investimentos em 2015, incluindo:

Gôndola Interconnect

Uma gôndola de alta velocidade para oito passageiros fará a ligação a partir da base do teleférico Silverlode em Park City até o teleférico Flatiron Canyons (ver mapa). Quando as condições meteorológicas permitirem, os passageiros da gôndola poderão desembarcar no topo do Pine Cone Ridge e esquiar ou descer de snowboard diretamente até a pista Thaynes Canyon em Park City. Esta conexão por gôndola criará o maior resort de esqui nos Estados Unidos.

Atualizações para os teleféricos de Park City

O King Con será atualizado de um lift de 4 pessoas para um teleférico destacável de alta velocidade para 6 pessoas, o que vai proporcionar uma maior capacidade de elevação. O lift Motherlode ganhará um upgrade de capacidade de 3 pessoas para um teleférico de alta velocidade destacável para 4 pessoas, melhorando bastante a circulação na montanha.

Novo restaurant Snow Hut e reforma dos restaurantes Summit House em Park City e Red Pine Lodge em Canyons

Um restaurante Snow Hut completamente novo substituirá o atual Snow Hut, próximo à base do lift Silverlode em Park City e do terminal de Park City para a Gôndola Interconnect, contará com 500 lugares em seu interior e uma cozinha de primeira linha, reforçando a experiência culinária de Canyons. Estão previstas ainda ampliações para o Summit House em Park City e Red Pine em Canyons.

Snowmaking e outras melhorias

O plano ainda inclui um sistema de neve artificial no setor de Iron Mountain em Canyons  e um alargamento da pista Chicane para lidar com o aumento do tráfego de esquiadores para acesso à Gôndola Interconnect, além de 5 milhões de dólares em projetos de manutenção na estação de esqui de Park City Mountain Resort.

Para a temporada 2015-2016 de esqui, Vail pretende operar os dois resorts como uma experiência de marca unificada sob o nome de “Park City Mountain Resort”. A base atual de Canyons será renomeada “Canyons at Park City”. A empresa vai continuar a manter a história original e a atmosfera das duas áreas de esqui com marketing diferenciado para as diferentes experiências de hotel e hospitalidade.

Confira aqui o novo mapa das estações divulgado hoje por Vail Resorts:

(ou clique aqui para baixar em alta resolução)

A nova gõndola Interconnect criará a maior estação de esqui dos Estados Unidos em Utah a partir de 2015/2016.

A nova gõndola Interconnect criará a maior estação de esqui dos Estados Unidos em Utah a partir de 2015/2016.

Fique ligado no Blog do Esqui para mais novidades diretamente das estações de esqui dos EUA!

Para curtir e compartilhar:

Vail abre mais áreas para esqui e snowboard

Standard
Vail

Blue Sky Basin, um pedacinho do céu em Vail. Foto: Claudio Campos (Esqui e Neve)

A legendária montanha de Blue Sky Basin em Vail comemora a sua 15ª temporada

Meu caso de amor com Vail vem de longa data. É uma das melhores estações de esqui do mundo e o lugar que escolhi para morar com a minha família. E a minha parte favorita do imenso terreno de Vail, a Blue Sky Basin, foi aberta hoje para os esquiadores, bem mais cedo do que nos últimos anos.

Desde a sua abertura, em janeiro de 2000, a Blue Sky Basin tem sido um dos locais favoritos entre locais e visitantes de todo o mundo, oferecendo a esquiadores e snowboarders uma experiência única de esquiar com segurança em um terreno fora de pista dentro dos domínios de um resort, com trilhas entre as árvores, penhascos, encostas íngremes e muita neve powder, já que os tratores de compactação de neve não passam por ali.

Segundo o comunicado oficial de Chris Jarnot, vice-presidente executivo e diretor de operações da estação de esqui de Vail, “Essa é uma área verdadeiramente icônica de Vail Mountain, e poder abrir esse terreno no início de dezembro demonstra o início notável que estamos tendo para essa época, assim como os incríveis esforços feitos pela nossa equipe de operações de montanha.“

Além de todo esse terreno para esquiar durante o dia, existem muitas opções de coisas para fazer à noite também. Confira as outras atrações e novidades da estação de esqui de Vail em dezembro:

  • O 10, localizado no setor mid-mountain de Vail passará a abrir para jantar de terça a sábado a partir de 16 dezembro, com acesso pela Gôndola One. O passeio de gôndola por cima das pistas de esqui desertas e a vista deslumbrante do vale de Vail à noite já valem o programa. As reservas podem ser feitas pelo telefone (970 ) 754-1010.
  • Outro programa imperdível em Vail, o serviço de jantar no exclusivo Game Creek Restaurant começará na quarta-feira, 17 de dezembro. O restaurante está localizado em um chalé no meio das pistas, com acesso noturno por tratores snowcat e uma das melhores vistas de todo o vale.
  • O setor do Adventure Ridge, localizado na montanha de Lionshead em Vail abre para a temporada na quarta-feira, 17 de dezembro oferecendo diversão na neve para toda a família com atividades incluindo tubing, snowmobile para crianças, passeios guiados de snow bike, tirolesa, trampolins e passeios com raquetes de neve gratuitos no Nature Discovery Center. Aberto de terça a sábado de 12h às 20h, e aos domingos e segundas-feiras de 12h às 16h.
  • E como todos os anos, Vail comemora o início da temporada de esqui com a programação de eventos de après-ski e shows gratuitos do Vail Snow Daze, nos fins de semana de 12 a 14 e 19 a 21 de dezembro. Entre os shows confirmados deste ano deste ano estão nada menos que The Wallflowers, 10.000 Maniacs, Lukas Nelson & P.O.T.R. e Rusted Root. Para mais informações e horários, visite o site oficial vail.com/snowdaze.

Boas descidas!

Para curtir e compartilhar: